Olhe e sinta-se confortável com sua própria pele

Lidando com sentimentos de constrangimento e vergonha

Se você já se sentiu constrangido por causa da psoríase, você não está sozinho. No entanto, como qualquer doença, a psoríase não tem nada para se envergonhar. Mesmo assim, os sentimentos de vergonha e constrangimento podem ser comuns. De fato, em uma pesquisa recente1, 73% das pessoas com psoríase relataram que se sentem constrangidas em relação a sua condição.

Embora se sentir constrangido em relação à psoríase seja completamente normal, é importante controlar esse sentimento para que ele não atrapalhe seu tratamento ou sua qualidade de vida.

Conviver com psoríase pode ser difícil

O impacto emocional de viver com uma doença sistêmica crônica não deve ser subestimado. Se você está preocupado com a aparência de sua pele, isso pode impedir-lhe de progredir no trabalho, de socializar-se, de fazer novos amigos e constituir relações próximas. E, se você se sente envergonhado por causa da psoríase, provavelmente tentará mantê-la em segredo, o que pode ser emocionalmente cansativo.Há ainda considerações físicas também. Se você sempre cobrir sua psoríase com mangas compridas, calças e cachecóis, não apenas estará desconfortável nos dias de verão, como sua pele ficará menos exposta à luz solar – o que, na medida certa, pode ser importante no combate à psoríase – desde que você evite queimaduras solares e mantenha sua pele protegida com protetor solar.

Autoconfiança é importante

Embora se sentir constrangido em relação à psoríase seja completamente normal, é importante controlar esse sentimento para que ele não atrapalhe seu tratamento ou sua qualidade de vida. Evitar situações que o fazem sentir ansioso pode parecer sensato, mas os benefícios disso tendem a ter uma curta duração. Em vez de aliviar a angústia, o fato de se isolar provavelmente fará com que suas preocupações sobre sua aparência se agravem e produzam mais ansiedade.Caso você se sentir incapaz de encontrar uma boa maneira de lidar com a vergonha e ansiedade, você pode considerar se consultar com seu médico, que poderá ajudá-lo ou indicá-lo a uma ajuda mais especializada.

[Referências]
  1. National Psoriasis Organization. [online]. Northampton, England; 2015. ‘Report on the Psycho-Social Impacts of Psoriasis. Disponível em: https://www.psoriasis-association.org.uk/silo/files/SPLD-Report-_FINAL-1.pdf. Acessado em: 02 / 08 / 2015.
  2. Dermaweb [online] Canada; 2015. Disponível em: http://www.dermatology.org/skincare/psoriasis/psorhand.html. Acessado em: 02 / 08 / 2015.
  3. Helpguide.com [online]. EUA; 2015. Disponível em: http://www.helpguide.org/mental/social_anxiety_ support_symptom_causes_treatment.htm. Acessado em: 02 / 08 / 2015.Esta referência não foi encontrada.

Quer saber mais?