Ficando por dentro de sua psoríase

Principais dicas para monitorar o impacto de seu tratamento

Pode levar algum tempo antes de você começar a ver os efeitos dos tratamentos da psoríase. Infelizmente, algumas pessoas podem erroneamente achar que seu tratamento não está funcionando e, então, parar de fazê-lo como o médico prescreveu.
Portanto, é importante que você acompanhe seu progresso, mantenha seu médico informado e não tome nenhuma decisão sem antes falar com ele/ela. Não sabe por onde começar? Essas dicas poderão lhe ajudar:

Faça outra consulta

É uma boa alternativa agendar uma nova consulta com seu médico. Isso garantirá que o reavalie e discutam como o tratamento está funcionando para você.

Tente manter um diário

Manter um diário pode lhe ajudar a lidar com sua psoríase. Você poderá anotar como foi seu dia, como estava se sentindo, acompanhar sua dieta e observar quaisquer crises – isso pode contribuir na identificação de seus causadores.

Acompanhar cuidadosamente seu progresso pode ajudar a compreender como seu tratamento está funcionando para você.

Tire fotos

Para permitir que você veja o impacto do seu tratamento sobre sua psoríase, tire uma foto de suas lesões/placas antes de iniciar outro tratamento. Após algumas semanas, tire outra foto e, após dois meses, tire outra – isso permitirá que você veja melhor os efeitos do seu tratamento.

Continue aprendendo

Assim que tiver visitado seu médico, é uma boa ideia continuar aprendendo o máximo possível sobre psoríase. Essas informações podem ajudá-lo a administrar a condição e fornecer dicas e conselhos que ajudam a lidar com ela. Mas lembre-se que pode haver informações incorretas na internet, por isso sempre verifique o que você lê com o seu médico.Acompanhar cuidadosamente seu progresso pode ajudar a compreender como seu tratamento está funcionando. Também pode ajudá-lo a comunicar a seu médico qualquer preocupação que você possa ter. Cada caso tem suas particularidades, mas esperamos que essas técnicas o ajudem a tratar com mais eficiência a psoríase

Quer saber mais?